Publicidade Marcilio Noticias

Os dois homens que furtaram o corpo de Rosilei Potronieli, 37 anos, do cemitério de Dois Irmãos do Buriti, devem se apresentar ainda nesta manhã (14) na delegacia de Polícia Civil do município. Um deles, conforme a polícia, teve relacionamento com a vítima e era obcecado por ela.

Conforme a delegada Nelly Gomes dos Santos Macedo, responsável pelo caso, um dos autores tem 57 anos. O advogado de defesa deles entrou em contato com a delegada informando que os dois serão apresentados. Porém, o cadáver ainda não foi localizado.

“O crime está desvendado. Os autores já foram identificados. O carro usado para transportar o corpo também foi localizado. Nós temos imagens de câmeras de segurança e estamos aguardando o contato do advogado de defesa, que ficou de apresentar os envolvidos e entregar a localização do cadáver”, explicou. Os nomes dos suspeitos ainda não foram divulgados pela polícia.

Rosilei foi assassinada a golpes de faca na noite de domingo (10), em Terenos, cidade vizinha a Dois Irmãos do Buriti. Acompanhado por dois advogados, o acusado pelo crime, Adailton Couto, 38 anos, se apresentou na tarde de ontem (13) na delegacia e ficou preso. Ele deve ser transferido ainda nesta quinta-feira (14) para um presídio da Capital. Adailton não tem envolvimento com o sumiço do corpo, segundo a polícia.

Menos de 24 horas depois de ser sepultado, o corpo  foi furtado do cemitério. O coveiro chegou para trabalhar na terça-feira (12) e encontrou o túmulo revirado. As policias Civil, Militar e Perícia Técnica foram acionadas. Ao desenterrar o caixão, foi constatado o sumiço do cadáver.

Crime – Conforme o dono do bar onde a mulher foi assassinada, Rosieli acertava a conta no caixa, quando Adailton chegou ao local num Uno azul e a chamou para conversar ao lado do estabelecimento. Os dois haviam consumido bebida alcoólica. Poucos minutos depois, o suspeito sacou uma faca, atingiu a vítima e fugiu. Os golpes atingiram os braços, abdômen, nádegas e pernas da mulher. Ela foi socorrida pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) ao Pronto Socorro do município e na sequência transferida para Campo Grande, onde morreu na madrugada de domingo (10). Ainda não há informação sobre o motivo do crime.


Deixe a repetição