Incêndio destrói lojas comercias na fronteira.

Um curto circuito teria provocado o incêndio que destruiu parte do centro comercial da cidade paraguaia Pedro Juan Caballero na noite de domingo  (3), conforme informações da imprensa local. O fogo, que se alastrou e atingiu diversas lojas, teria começado por volta das 23h.

Ainda segundo a imprensa da região, o incêndio atingiu oito boxes no camelódromo. Porém, a Câmara Comercial de Pedro Juan confirmou que somente três lojas foram destruídas pelas chamas.

O centro comercial fica na avenida Doutor Francia e Yturbe, na fronteira com Ponta Porã, cidade de Mato Grosso do Sul que fica a 314 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com o site Porã News, a Policia Nacional do Paraguai foi acionada e o fogo foi controlado com o apoio dos populares e agentes do Corpo de Bombeiros Voluntários amarelo e vermelho, que conseguiram sufocar o incêndio que colocava em perigo toda a estrutura do camelódromo.

O centro comercial foi construído com verbas da comunidade europeia pela prefeitura de Pedro Juan Caballero e entregue aos pequenos comerciantes, situados na região de fronteira, onde a prefeitura de Ponta Porã também construiu uma estrutura similar.

No local, os Bombeiros encontraram vários problemas estruturais que colocam em risco a vida dos comerciantes e visitantes, a mesma que não foi terminada do lado brasileiro obrigou ao então secretario de obras Hélio Peluffo Filho (PSDB) hoje prefeito de Ponta Porã a realizar a devolução milionária da verba enviada pela comunidade europeia.

De acordo com a Associação dos Camelôs de Pedro Juan Caballero, a suspeita de início do incêndio seria curto-circuito. Pelo menos quatro locais ficaram totalmente destruídos e oito parcialmente destruídos.


Deixe a repetição