Publicidade Marcilio Noticias

Insegurança na região da cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero coloca brasileiros e comunicadores em risco e polícia cruza os braços.

O fato foi registrado na tarde de sábado (09) por volta das 13:30hs, quando indivíduos fortemente armados até o momento não identificados chegaram a fazenda denominado “Rancho Morena” situada a uns 35 km da fronteira com o estado do Mato Grosso do Sul, cujas terras e arrendado pelo brasileiro Adair Carlos Cozer (62) cujo maquinário um trator da marca Volvo L90, foi queimado pelos desconhecidos, o caso foi comunicado as autoridades da Polícia Nacional do Paraguai em Pedro Juan Caballero que apenas realizaram o Boletim de Ocorrência e manifestaram que investigarão o caso.

Ainda durante a tarde, comunicadores de emissora de radio e de televisão se deslocaram ate a região a fim de informar a população do ocorrido e acabaram cercados por vários homens armados, os mesmos tiveram que abandonar o veiculo e fugir ate uma fazenda situada na região onde pediram auxílio a polícia, que segundo informações, ao priorizar outros trabalhos na cidade, deixaram os comunicadores Jorge Rivas da emissora de radio “Oasis FM” e da rede de televisão SNT (Sistema Nacional de Televisão) do Paraguai que se encontrava em companhia do comunicador Eduardo Ricardo, a sua própria sorte na região, os mesmos terminaram sendo auxiliados por fazendeiros da região que resgataram o veiculo dos comunicadores e posteriormente em segurança os levaram ate a cidade de Pedro Juan Caballero na fronteira com Ponta Porã.

Jorge Rivas manifestou que passou momentos de terror, junto ao colega ao serem cercados por vários homens armados pela que decidiram abandonar o veiculo e pedir ajuda em uma fazenda situada na região, “o medo foi maior em razão dos policiais terem cruzado os braços ante o nosso pedido de socorro, perdemos vários objetos de trabalho situação que nos causou grande prejuízo econômico” manifestou Jorge Rivas.

Porãnews


Deixe a repetição