Publicidade Marcilio Noticias

Uma jovem de 19 anos foi resgatada na sexta-feira (9) em Dourados após ficar sob cárcere de membros de facção criminosa atuante na cidade. Ela estaria sendo julgada no chamado ‘Tribunal do Crime’, por supostamente ter denunciado integrantes de organização criminosa à polícia.

Segundo nota oficial, a família da vítima afirmou que a garota foi levada à força de casa por um homem que se apresentou como membro de facção. Conforme o registro da ocorrência, caso ela se negasse, o irmão que está preso na PED (Penitenciária Estadual de Dourados) seria morto por outros integrantes da organização criminosa.

Com essas informações, agentes do SIG (Setor de Investigações Gerais) e Defron (Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira) iniciaram diligências pela cidade, localizando em uma residência no Jardim Márcia a motocicleta utilizada para levar a vítima. Lá foi efetivada a prisão de um homem identificado como ‘Guerreiro’, 21 anos, que confessou ter levado a jovem para uma casa na Vila Cachoeirinha, mas negou que tivesse feito isso com ameaças.

Na residência indicada por Guerreiro, os policiais encontraram a garota na presença de outras duas pessoas identificadas como  ‘Paraguaio’, de 40 anos, e ‘Cidinha’, de 34.

Eles mantinham a vítima em cárcere privado desde quinta-feira (8), onde no local ela estaria sendo “julgada” por ter, supostamente, denunciado outros membros da facção para a polícia.

Diante dos fatos, os autores foram presos e conduzidos até o 1º Distrito Policial de Dourados, onde foram autuados em flagrante pelos crimes de sequestro e cárcere privado e associação criminosa.

Douradosnews


Deixe a repetição