Publicidade Marcilio Noticias

MIDIAMAX

Um roubo a um motorista de aplicativo durante a madrugada desta quinta-feira (14) acabou com um dos ladrões morto em um confronto com a polícia, em Campo Grande, no bairro São Jorge da Lagoa.

O motorista havia recebido uma chamada por volta das 2 horas da madrugada desta quinta (14), de uma mulher. Quando chegou ao local dois homens entraram no carro, sendo que neste momento o motorista perguntou se a mulher também iria, e a dupla respondeu que não, que eles iriam para uma festa no bairro Universitário.

Mas, logo que o carro saiu o assalto foi anunciado. A vítima teve as mãos e pés amarrados com cadarços e fio do carregador de celular e a camisa colocada na cabeça. Um dos bandidos assumiu a direção.

Segundo o motorista de 36 anos, eles ficaram dando várias voltas com e afirmaram que iriam leva-lo para o Inferninho. Depois de meia hora rodando, a vítima foi retirada do carro e levada para o meio de um matagal. O motorista a todo o momento foi agredido com coronhadas, socos pelos bandidos.

Já no cativeiro, um dos ladrões teria dito ao comparsa antes de sair, “pode matar ele”. Em seguida, o autor saiu dizendo que ia levar o carro. O outro ficou, mas depois de algum tempo a vítima percebeu que fo deixada no local pelo ladrão. Neste momento, o motorista correu e pediu ajuda em uma residência.

A polícia foi chamada e no mesmo bairro encontrou o carro e um dos bandidos dentro do veículo. O uso de força moderada teve de ser feito para retirar o ladrão de dentro do carro. Já o comparsa foi encontrado escondido atrás de um arbusto. Foi feito o pedido para que se entregasse, mas ele resistiu. A polícia, então, efetuou um disparo que atingiu Jackson Hosmeister Valenzuela de 21 anos, mas ele ainda correu, sendo perseguido pelo policial, que acabou caindo em um fosso o perdendo de vista.

Foi chamado reforço e na última rua do bairro Jackson foi encontrado entrando novamente em confronto com a polícia. Mais disparos foram feitos e ele atingido. O autor foi socorrido, mas morreu. Rick César de Almeida Benitez, de 18 anos foi preso e o carro recuperado.


Deixe a repetição