Fotos / Portela sonorização
Publicidade Marcilio Noticias

Durante esta segunda-feira (12), homens e máquinas trabalharam para retirar os destroços do caminhão Mercedes Benz, com placas de Nova Andradina, que caiu e uma cratera existente na MS-475, em Novo Horizonte do Sul na noite deste domingo (11).

O acidente resultou na morte do jovem Daniel Rodrigues da Silva, de 18 anos, e em ferimentos graves no condutor do caminhão, ambos residentes em Nova Andradina. Até o final da tarde desta segunda-feira (12) o motorista permanecia internado em Dourados, para onde foi transferido.

Cb image default

Jovem Daniel Rodrigues da Silva, de 18 anos, morreu vítima do acidente, já o condutor segue internado em Dourados – Imagem: Redes Sociais

A dupla tinha ido até Novo Horizonte do Sul para buscar dez novilhas que estavam sendo trazidas para o Frigorífico Naturafrig, de Nova Andradina, quando, ao retornarem, ocorreu o acidente. Devido ao impacto, todos os animais morreram.

No decorrer desta segunda-feira (12) os destroços do caminhão foram removidos do buraco, momento em que foi possível observar, de forma mais detalhada, a violência do impacto. A cabine ficou destruída, eixos foram arrancados e a gaiola ficou danificada, ou seja, perda total no veículo que havia sido adquirido há pouco tempo pelo condutor.

Novo Horizonte do Sul em situação crítica

As chuvas das últimas horas deixaram praticamente intransitável o único desvio que dá acesso à região urbana de Novo Horizonte do Sul. Parte do trecho se transformou em um mar de lama deixando atolados veículos que tentavam chegar ou sair da cidade.

No dia 18 de janeiro, a chuva abriu a cratera na MS-475, onde o caminhão caiu, afetando o único acesso pavimentado à cidade, deixando como alternativa apenas estradas vicinais, que se transformaram em atoleiros.

O Nova News apurou que, no final da tarde desta segunda-feira (12), uma máquina auxiliava motoristas a retirarem os veículos atolados. Condutores ouvidos pela reportagem classificam a situação como crítica.

Nota 

Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul), responsável pela manutenção das rodovias estaduais de Mato Grosso do Sul, informou que o local da cratera na MS-475, em Novo Horizonte do Sul, está bem sinalizado e o acidente que matou o passageiro de 18 anos de um caminhão na noite de domingo (11) poderia ser evitado.

Desvio foi criado para escoar produção agrícola depois da cratera na MS-475 (Foto: Agesul/Divulgação)

Segundo a assessoria, a regional da Agesul explicou que o motorista na volta para Novo Horizonte do Zul teria desconsiderado a sinalização e passado ao lado, na faixa de terra, usada para auxiliar na sinalização e indicar que no local está proibido a passagem de veículos.

A assessoria ainda informou que as obras de recuperação desse trecho devem começar ainda nesta semana, quando a chuva der uma trégua. A população deve evitar passar pelo local. Para isso, foi construído um desvio.

Prefeitura 

O Prefeito Marcílio e sua equipes da gerencia de obras tem lutado para que não piore a situação. A equipe de obras tem realizado varias frentes de trabalho para amenizar a situação.

Prefeito tem corrido atras de parcerias,  recursos e cobrado o governo para que conserte a MS 475, já que a responsável das rodovias estaduais da região é a AGESUL.  Mesmo com as dificuldades tem feito o impossível para que a população de N.H.S não sofra com as fortes chuvas, que destrói tudo devido volume de água ser além do normal nos últimos meses.


Deixe a repetição