Publicidade Marcilio Noticias

Criança morre após ser atacada a tiros quando assistia televisão em residência situada em bairro de Ponta Porã com o padrasto.

Na madrugada de domingo (09) faleceu no hospital da cidade de Dourados após nove dias de luta entre a vida W.D.H. (12) brutalmente atacada em sua própria residência situada no bairro Vila Aurea na cidade de Ponta Porã, no ultimo dia 01 por volta das 17:00hs, quando dois pistoleiros chegaram a residência e após perguntar pela mãe da vitima realizou vários disparos contra a criança que foi atingida na cabeça e contra o padrasto deste identificado como O.J.M. (29) que também foi atingido pelos pistoleiros mas se encontra fora de perigo de morte após receber atendimento medico.

Segundo os investigadores do SIG (Setor de Investigações Gerais) da Policia Civil de Ponta Porã, as vítima foram atingidas com os disparos após abrir a porta da residência para atender os pistoleiros que teriam chegado no local e após bater palmas e perguntar pela mãe da criança este foi alvejado com vários disparos, possivelmente de pistola do calibre 9mm, disparos estes que deixou ferido a O.J.M. na altura da coxa e W.D.H., foi alcançado com dois disparos sendo uma na altura da cabeça, os mesmos foram encaminhados ao Hospital Regional da cidade, onde O.J.M. após receber atendimento médico se ficou internado em estado de observação, fora de perigo de morte, já a criança de 12 anos foi transferido as pressas ao hospital da cidade de Dourados devido a gravidade do ferimento, onde após nove dias de luta entre a vida e morte entrou em óbito na madrugada de domingo.

Segundo o delegado responsável pela investigação do caso, as investigações se encontram em etapa avançada e poderá ser esclarecida nos próximos dias, “investigadores do SIG se encontram juntando as provas suficientes para a prisão dos pistoleiros e mandante, este crime chocou a população de Ponta Porã e não pode ficar impune” manifestou Mikail.

Poranews


Deixe a repetição