CGNEWS
Publicidade Marcilio Noticias

Aos 31 anos, Larissa Carla Martinelli morreu após passar mal numa tabacaria, por volta das 3h30 deste sábado (13) na Rua Brasil, no Centro de Campo Grande. A vítima havia consumido sete cervejas long neck e fumado narguilé.

Conforme boletim de ocorrência, uma jovem de 24 anos que estava com Larissa contou que a amiga sofria de pressão alta e usava medicamento para controle da doença. Ontem, as duas foram para a tabacaria e ficaram ouvindo música e bebendo. Até que num determinado momento, Larissa encostou o rosto em seu ombro e disse: “Acho que vou cair, estou tonta.” Na sequência, ela caiu e começou a espumar pela boca. O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado e por uma hora a equipe tentou manobras de reanimação, mas sem sucesso.

Ainda de acordo com relatos da testemunha à polícia, Larissa fumou narguilé e consumiu aproximadamente 7 garrafas de cerveja durante a madrugada. Contou também que das outras vezes que saíram para beber, a amiga apresentava sintomas semelhantes, mas depois de alguns minutos ficava bem.

Questionada sobre o uso de droga, a testemunha negou confirmando que só consumiam bebia alcoólica quando saíam. A mãe da vítima disse que a filha tinha feito checape há 15 dias e nada de anormal havia sido constatado. A jovem tinha uma lesão no peito, provavelmente causada durante as manobras de ressuscitação. O corpo foi levado ao Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal) para exame necroscópico. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.


Deixe a repetição