Foto Ilustrativa CGNEWS
Publicidade Marcilio Noticias

O motorista de trator João Gomes de Olinda, de 39 anos, foi preso por matar a mulher esganada em Alcinópolis/MS. Laís Peres Rodrigues, de 26 anos, estava com medida protetiva contra o companheiro desde o mês passado, quando foi agredida por ele e denunciou o caso a polícia.

Segundo o delegado Fernando Ferreira Dantas, titular da Delegacia de Polícia Civil da cidade, o crime aconteceu neste domingo (10) após um desentendimento entre o casal, que mesmo após a denúncia do mês passado, voltou a conviver na mesma casa.Laís e João bebiam com amigos e acabaram discutindo. As testemunhas foram embora e a briga continuou.

Homem é preso após matar companheira em Alcinópolis (MS). — Foto: MS Todo Dia/Renan Carrijo

Durante o desentendimento o suspeito esganou a mulher e só parou quando ela estava desacordada. João fugiu, e no caminho ligou para o pai. “Falou que achava que tinha matada a vítima e foi para uma fazenda. Hoje de manhã o pai ligou para o padrão do filho e descobriu que ele não tinha ido trabalhar”, contou o delegado.

Assim que soube do possível assassinato, o padrão de João entrou em contato com a Polícia Militar. Os policiais foram até a casa em que o casal morava e encontraram o corpo de Laís na manhã desta segunda-feira (11).

Durante as investigações, as equipes descobriram que o homem estava escondido em uma fazenda localizada a 35 quilômetros de Alcinópolis. Ele foi preso horas depois em uma ação conjunta entre a Polícia Civil e Militar. Já na delegacia, confessou o crime em depoimento.

Ainda conforme o delegado, o casal tinha histórico de violência doméstica e Laís estava com medida protetiva contra João, expedida em caráter de urgência no dia 9 de fevereiro, quando foi agredida por ele e resolveu denunciar o caso a polícia. “Ainda assim ele voltou a conviver com o agressor”.

João ainda tem em sua ficha criminal uma tentativa de feminicídio, cometida em 2016 contra uma ex-companheira. Preso em flagrante, o suspeito será transferido para o presídio de Coxim, onde ficará a disposição da justiça.

Cerca de dez horas depois de esganar a esposa até a morte, um homem de 26 anos foi preso


Deixe a repetição