Publicidade Marcilio Noticias

Uma mulher, moradora de um conjunto habitacional de Cubatão (SP) recebeu um bilhete com fezes do seu próprio cachorro na porta de sua casa por não recolher os dejetos do animal. Segundo moradores que conversaram com ela havia sido alertada para realizar a coleta, mas não a fez.

O conjunto, localizado na Rua João Veiga, no bairro Jardim Casqueiro, tem regras e, de acordo com a responsável pela ação, que preferiu não se identificar, a moradora que recebeu o “presente”, deixava o cachorro fazer as necessidades por todo o condomínio e não as recolhia.

sso causou revolta dos outros condôminos, que já haviam pedido que a moça limpasse a sujeira antes.

 

“Nós a avisamos algumas vezes. Eu inclusive pedi para ela recolher e ela fez ‘a egípcia’. Até que decidi pegar a sujeira e fazer esta ‘arte’”, explica.
Mulher%2Brecebe%2Bbilhete%2Be%2Bcoco%2Bde%2Bc%25C3%25A3o%2Bap%25C3%25B3s%2Breclama%25C3%25A7%25C3%25A3o%2Bem%2Bpr%25C3%25A9dio

 

Ao perceber o que havia acontecido, a moça que não recolhe os dejetos do animal ficou revoltada, acusando várias pessoas e fazendo pequenas ameaças, segundo a moradora. “Claro que ninguém quer receber um ‘presente’ desses, mas talvez assim ela aprenda e comece a limpar a sujeira do próprio cachorro. Os outros não são obrigados a fazer isso por ela”, declara.

 

Questionados sobre uma possível multa para a dona do cachorro, os moradores do conjunto habitacional disseram que, no local, só são aplicadas infrações em casos mais extremos e que o caso em questão foi relevado com o alerta.

 

Questionada, a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo (CDHU) informou  que a situação em questão fica sob apuração e responsabilidade do síndico do prédio.

Deixe a repetição