Publicidade Marcilio Noticias

O Comando da PMA sempre reforça a fiscalização em datas próximas à Semana Santa, em virtude da tradição religiosa de se consumir peixe e muitos pescadores praticarem pesca nos finais de semana anteriores. Em uma operação na Fronteira e no resto do Estado realizada entre os dias 2 e 8 deste mês, foram autuadas 23 pessoas por pesca ilegal. Destes autuados, 18 foram presos por pesca predatória. Depois da operação, mais seis pessoas foram autuadas por pesca ilegal.

Os trabalhos continuam reforçados neste final de semana anterior ao feriado prolongado da Semana Santa. Ontem (12) à noite, Policiais Militares Ambientais de Dourados realizavam fiscalização em uma rodovia vicinal no município de Fátima do Sul, abordaram um veículo Ford Corcel II, conduzido por um pescador profissional e o prenderam por pesca e transporte de produto da pesca predatória.

O infrator voltava de uma pescaria no rio Dourado e trazia 6 kg de pescado da espécie Palmito, havendo exemplares abaixo do tamanho mínimo de captura que é de 35 centímetros para a espécie. O pescado, um barco, um motor de popa e um molinete com vara, utilizados na pescaria ilegal foram apreendidos.

O infrator (54), residente em Fátima do Sul, foi conduzido à delegacia de Polícia Civil daquela cidade, juntamente com o material apreendido, onde foi autuado em flagrante por crime ambiental de pesca e transporte de produto da pesca predatória. A pena é de um a três anos de detenção.

O infrator também foi autuado administrativamente e multado em R$ 820,00. O pescado será doado para instituições filantrópicas, depois de periciado.

Polícia Militar Ambiental prende pescador por capturar pescado maior do que o permitido, com petrechos ilegais e apreende pescado, barco, motor e petrechos ilegais

Durante fiscalização fluvial no rio Aquidauana, visando à prevenção à pesca predatória, em operação pré-semana santa, realizada em todo Estado, uma equipe da Polícia Militar Ambiental de Campo Grande prendeu um pescador por utilizar petrechos ilegais e por capturar pescado acima da medida permitida pela legislação.

O infrator estava ontem à tarde (13) em uma embarcação, na região da Ponte do Grego, no município de Aquidauana e pescava com boias (petrechos proibidos). Ele também havia capturado um exemplar de pescado da espécie pacu, com 61 centímetros, portanto, acima do tamanho mínimo permitido pela legislação, que prevê 57 centímetros para a espécie.

Com o pescador, que também não possuía licença de pesca, foram apreendidos: 17 boias de pesca (petrecho proibido), além do pescado, barco e motor de popa.

Petrechos ilegais apreendidos
Peixe acima da medida apreendido.

O infrator (57), residente em Aquidauana, foi autuado administrativamente e multado em R$ 1.060,00. Ele também responderá por crime ambiental de pesca predatória, com pena prevista de um a três anos de detenção.


Deixe a repetição