Publicidade Marcilio Noticias

No fim de semana em que se comemorou o “Dia dos Pais”, os policiais militares que trabalham na sede do 8º Batalhão de Polícia Militar (8ºBPM), atenderam seis casos de violência doméstica, resultando na prisão de cinco agressores. Um agressor após atacar a esposa, fugiu do local e encontra-se foragido.

Na sexta, a equipe de rádio patrulha atendeu no início da noite uma solicitação em que a vítima relatou que seu ex marido descumpriu medida protetiva que o obrigava a ficar afastado dela e da filha. O documento que foi expedido no ano de 2015 ainda está em vigor e o homem foi preso em flagrante. Em 2018, descumprir medidas protetivas de urgência foi considerado crime com promulgação de lei, alterando a redação da conhecida “Lei Maria da Penha”.

No sábado (10) e domingo (11) mais cinco casos foram atendidos pela rádio patrulha e força tática, envolvendo agressões de filho na mãe, ameaças entres casais e ataques de pai à filha e esposa.
Os autores das agressões e ameaças foram encaminhados para a delegacia de Polícia Civil e as vítimas que necessitaram de atendimento médico, encaminhadas para o hospital regional.

As vítimas agora, serão acompanhadas pelo Programa Mulher Segura da Polícia Militar que atenderá cada caso, orientando as mulheres quanto aos seus direitos e fiscalizando as medidas protetivas assim que forem expedidas pelo poder judiciário, se assim elas manifestarem o pedido.


Deixe a repetição