Publicidade Marcilio Noticias

Claudinei Machado de Souza, de 39 anos, foi assassinado a tiros na noite de domingo (7) em Itaquirai/MS. Ele tinha acabado de entrar na garagem de casa com a motocicleta, quando foi morto.

Conforme as primeiras informações da polícia, Claudinei estacionou a motocicleta na garagem, quando foi atingido pelos disparos de arma de fogo. Não há detalhes sobre a autoria do crime ou a arma utilizada.

Investigadores e Perícia estiveram no local, além da Polícia Militar, e registraram o caso como homicídio simples.

Série de homicídios

A morte de Alécio Fávaro Júnior, de 34 anos, pode ter dado início à série de homicídios na região de Itaquiraí, Naviraí e Sete Quedas, área sul do estado. Após Alécio, Alyson de Melo Prudente, de 30 anos também foi morto a tiros.

Suspeita de vingança, Vilmar Fogaça da Silva, de 43 anos foi executado por pistoleiros. Ele era pai de Matheus Fogaça, de 17 anos. O adolescente seria o responsável pelo homicídio de Alyson e teria agido em legítima defesa, usando o revólver do pai.

O adolescente foi encontrado morto no Paraná no dia 21 de junho. Lucas Alexandre Fogaça foi assassinado no dia 4, também por pistoleiros. Ele estava em um carro com a esposa e o filho entre Naviraí e Itaquiraí, quando dois homens em uma Hilux atiraram contra as vítimas. O rapaz morreu e os familiares ficaram feridos.

A mulher de Lucas confirmou que o crime foi motivado por disputa entre famílias, já que ele era sobrinho de Vilmar Fogaça. Já na manhã do último sábado (6), Geovane Gasper Neves de Oliveira, 25 anos, e outro brasileiro que estaria usando documentos falsos foram executados na região de Sete Quedas.

Até o momento não há detalhes se a morte de Claudinei, além da de Geovane tem alguma ligação com os outros crimes. Os casos são investigados pelas polícias locais.

Midiamax


Deixe a repetição