Opção de lazer para toda a família sem precisar sair de MS
Publicidade Marcilio Noticias

Com várias opções de turismo dentro do Estado, hoje o sul-mato-grossense não precisa ir muito longe para desfrutar de ótimas férias. Pousadas à beira da orla, areia branca e água limpa são um retrato das praias de água doce situadas ao longo de rios e lagoas de Mato Grosso do Sul – como nos municípios de Três Lagoas, Paranaíba e Aparecida do Taboado , Anaurilândia e Itaquiraí.   De fácil acesso e com menor lotação em relação aos destinos famosos na alta temporada, as “Prainhas” têm atraído cada vez mais turistas surpreendidos pela beleza que o lugar proporciona.

A imagem pode conter: montanha, céu, atividades ao ar livre e natureza

Balneário de Anaurilândia/MS

Uma área de lazer com quadras de esporte, espaço para acampamento, shows, estacionamento, plataforma para contemplação, pesca, ancoragem de pequenas embarcações, areia às margens do Rio Paraná, e o melhor: de graça.

Em Aparecida do Taboado, são oito quilômetros de praia com areia branca na área que foi represada para suprir a usina hidrelétrica de Ilha Solteira. O resultado é um lago com as águas do Rio Paraná.

Existe hoje, mais de 400 ranchos na Orla do Rio Paraná e durante as férias e feriados prolongados todos ficam lotados. “Temos um pontal do Rio Grande e Paranaíba na divisa do município que, junto com dois estados, SP e MG, se encontram para formação do Rio Paraná”

O local conta com cerca de 40 quiosques espalhados na orla que dá acesso ao Rio Sucuriú. Na região, há vários ranchos que também dão acesso às praias de água doce do Rio Paraná. No verão, somente no balneário, circulam ao todo 2,5 mil pessoas durante a semana.

 

Imagem relacionada

Prainha Itaquiraí-MS

AVENTURA

Com dois parques aquáticos na divisa com Minas Gerais, o município de Paranaíba oferece também opções de eventos esportivos de pesca – no ano passado foram mais de 200 barcos reunidos.

Além das praias de água doce, opções de trilha e cachoeiras estão próximas da população no município. Esse, aliás, é apontado pelo Ministério do Turismo como um diferencial nas “Prainhas” e rios.

Dados do Ministério do Turismo apontam que o Brasil detém a maior reserva de água doce do mundo, correspondente a 12% do total.


Deixe a repetição