Publicidade Marcilio Noticias

Desde quarta-feira (10.04), as forças de segurança estaduais e federais intensificaram o policiamento ostensivo e preventivo, nas cidades de Naviraí, Itaquirai, Iguatemi, Japorã, Eldorado, e Mundo Novo, por meio da operação integrada “Fronteira Segura Sul”. Até o momento já foram realizadas apreensões drogas, munições, produtos contrabandeados, armas e prisão de foragidos da Justiça.

As ações também estão sendo realizadas nas áreas urbanas com fiscalização de trânsito, blitz, barreiras, fiscalização dos comércios. Somente nas cidades de Naviraí e Iguatemi nesta quinta-feira (11.4), foram abordados cerca de 300 veículos, que resultaram na emissão de 23 notificações de trânsito, 11 veículos apreendidos, uma CNH recolhida e uma pessoa presa com veículo adulterado.

Já na madrugada de hoje, durante a continuidade das ações da operação “Fronteira Segura Sul”, a Receita Federal apreendeu um Veículo com perfumes e Iphones contrabandeados. Os produtos estão avaliados em R$ 100 mil.

As atividades estão sendo coordenadas pelo secretário executivo do Gabinete de Gestão Integrada de Fronteira e Divisas (GGIFRON/DIV), coronel Edimilson de Oliveira Ribeiro. Ele destacou que as atividades acontecem por tempo indeterminado, e conta com apoio da Polícia Nacional do Paraguai, de duas aeronaves e do Exército Brasileiro. “A operação foi planejada com base nos dados estatísticos monitorados diuturnamente pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), e em levantamentos realizados pelas equipes de inteligência. Estamos unidos contra em prol de um objetivo comum, que é o combate a criminalidade”, pontou o coronel.

Também participam da operação “Fronteira Segura Sul” equipes da Polícia Federal (PF), Força Nacional (FN), Polícia Rodoviária Federal (PRF) com viaturas e um helicóptero, Receita Federal do Brasil (RFB), Departamento de Operações de Fronteira (DOF), DEFRON, Polícia Militar do Comando de Policiamento de Área 1(CPA-1), do 12° Batalhão da Polícia Militar de Naviraí (12° BPM), Polícia Militar Ambiental (PMA), Polícia Civil de Naviraí (DRPC) e do Grupamento de Patrulhamento Aéreo (GPA) com uma aeronave (helicóptero) em apoio às equipes terrestres que fiscalizam possíveis locais catalogados como ponto de distribuição de entorpecentes.


Deixe a repetição