Publicidade Marcilio Noticias

Foto: Valter Comparato/Agência Brasil

Vendas no início das promoções da Semana do Brasil decepcionam lojistas. Para associação, houve leve ampliação do movimento, que pode ser atribuída a recebimento do salário pelos clientes.

A abertura da Semana do Brasil, a Black Friday brasileira que o governo criou com empresários para tentar turbinar o consumo, deixou a desejar, segundo Tito Bessa Jr, que é presidente da Ablos (Associação Brasileira dos Lojistas Satélites) e fundador da rede TNG.

“Pelos retornos que tive, não foi significativo para ninguém, considerando a expectativa por tudo o que se falou”, diz Bessa Jr. Foi um sábado de vendas um pouco acima do anterior. Porém, talvez mais pelo fato de estar perto da data de pagamento do que pela tal Semana do Brasil, avalia o empresário.

Realidade é que hoje ninguém tem dinheiro, o que tem mal dá para pagar as contas, dinheiro perdeu valor. Vai piorar ainda mais, se nada for feito.

Magno Martins


Deixe a repetição